Pilates: ginástica inteligente

Quem pratica vai concordar, e quem ainda não praticou vai querer conhecer e entender o porque o Pilates conquista a cada ano milhares de novos adeptos dispostos a trabalhar o corpo de maneira inteligente.
Quando estamos em uma aula de Pilates, percebemos que trabalhamos a musculatura na medida certa, sem exageros e agressões as articulações e ligamentos. Executamos os exercícios em seis, oito ou dez repetições no máximo, de maneira confortável, e apesar da intensidade de alguns exercícios raramente transpiramos. Cada aula é uma aula, sem “repetecos” e tédio, isto porque temos vastas possibilidades de exercícios e desafios nos seus aparelhos multifuncionais e acessórios para o solo. Trabalhamos o corpo de forma global, tonificamos a musculatura sem exageros e de maneira profunda, isto é, de dentro para fora, onde mente controla o corpo, nos possibilitando uma grande conciência corporal. Além disso, melhoramos nossa força e flexibilidade, tendo resultados rápidos e visíveis na região abdominal e no alinhamento postural. Após cada aula nos sentimos mais elegantes, com frequência mais altos, mais autoconfiantes, e mais aliviados do estresse do dia a dia, já que respiramos (e como é bom respirar!) a aula toda.
Você deve estar pensando que o Pilates é milagroso: fortalece, tonifica, alonga, define, relaxa e proporciona prazer em se exercitar!?
Prefiro pensar que é inteligente….nos faz pensar onde estamos, o que queremos, o que estamos realizando, e o que precisamos mudar, para depois executarmos o movimento. Deixamos a mente guiar o corpo.
Então…é ou não uma ginástica inteligente?
Quem já pratica deve ter uma opinião a respeito e quem nunca praticou precisa fazer, ver e crer! Dê uma chance ao seu corpo….Experimente!

Danielle Salles

Compartilhe:

Comentários: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *